Quinta-feira | 24/05/2018
▸ Acompanhe nas redes

DIRETO AO PONTO
Enviar por e-mail Compartilhar Imprimir

30/04/2018 - 20:20

Eu e você vamos pagar o calote de R$ 1,5 bi da Venezuela e de Moçambique

Está não é a nossa bandeira

Que governo foi este?
 
Por Warnoldo Maia de Freitas
 
Mais uma vez os trabalhadores brasileiros vão passar o 1º de maio, o consagrado “Dia Internacional do Trabalhador”, sem motivos para comemorar e boa parte vai rogar por dias melhores para São José Operário, considerado o santo padroeiro dos trabalhadores.
 
Mas, não é para menos. No Brasil faltam empregos, saúde, educação e principalmente segurança pública. Entretanto, apesar de todos os problemas que afetam diariamente a vida cotidiana de milhões de cidadãos, agora, eu e você, além de todos os outros brasileiros economicamente ativos, vamos ser obrigados a pagar pelo calote de R$ 1,5 bilhão dado pela Venezuela e Moçambique no Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e Credit Suisse.
 
Na quarta-feira, 2, logo após as comemorações do “Dia do Trabalho”, o Congresso Nacional deve votar um projeto de lei para reforçar o orçamento do Fundo de Garantia à Exportação, em R$ 1,3 bilhão, destinado a garantir o pagamento de empréstimos que financiaram, no exterior, serviços e obras executadas por empresas “amigas” do ex-presidente Lula.

A fatura é maior
 
Há quem diga que essa é apenas uma pequena parcela da fatura dos  “desmandos cometidos com dinheiro do contribuinte brasileiro”, que está começando a ser cobrada e deve girar em torno de 5 bilhões de dólares, ou algo em torno de 17 bilhões de reais, tomando por base a cotação da moeda norte-americana de R$ 3,50 para cada um real.
 
Para variar, o contribuinte brasileiro ou boa parte deles vai, mais uma vez, ser obrigado a pagar por uma dívida que não contraiu, porque essas “boas ações” foram praticadas pelos representantes do PT, em favor de “países amigos”.
 
Depressão
 
Talvez notícias como essas, das “boas ações” do ex-presidente Lula, que muitas vezes classificou de conservadores quem se manifestou contra os seus pacotes de bondades, expliquem porque tantos brasileiros estão sofrendo, atualmente, acometidos por depressão.
 
Fardo pesado
 
O fardo da depressão promete ficar ainda mais pesado no Brasil, porque faltam recursos indispensáveis para financiar as atividades produtivas, gerar empregos e renda para uma parcela expressiva de pais de família que têm que se desdobrar todos os dias para sobreviver.
 
Recursos desviados
 
Nos últimos anos, parte dos recursos públicos que poderiam ter sido utilizados para dar mais educação e capacitar jovens brasileiros para enfrentar os desafios do futuro, acabaram desviados e tragados pelos ralos   da corrupção, sob a desculpa de financiar empreendimentos em países vizinhos.
 
Que governo foi este que esqueceu os seus naturais e financiou estrangeiros?

VEJA MAIS

Publicidade
Publicidade
Publicidade

CURTA-NOS