Segunda-feira | 18/12/2017
▸ Acompanhe nas redes

DIRETO AO PONTO
Enviar por e-mail Compartilhar Imprimir

06/11/2017 - 09:00

RECIPROCIDADE,

Nem sempre é fácil fazer ao seu semelhante tudo aquilo que você gostaria que fizessem com você

 Por Warnoldo Maia de Freitas

 
Alguém já disse que não se deve esperar que as pessoas façam por nós aquilo que faríamos por elas, porque nem todos sabem vestir, corretamente, a roupa da RECIPROCIDADE.
 
O princípio da RECIPROCIDADE parece simples, porque consiste em fazer ao seu semelhante tudo aquilo que você gostaria que fizessem com você e por você em situações diversas e adversas.
 
Entretanto, na vida real, sua aplicação acaba desvirtuada, porque MUITOS, apesar de garantir seguir e defender a aplicação de tal princípio, acabam envolvidos no dia a dia e ofuscados pelos encantos e brilhos da vida. 
 
Certamente por nunca terem experimentado um longo dia de fome, apenas verbalizam palavras porque encontram-se com os corações embrutecidos e ignoram um fato concreto: quem tem fome tem pressa.
 
Talvez por nunca terem experimentado a angústia provocada pela carência de recursos para alimentar suas famílias, custear despesas de um filho doente,  bem como o desespero e a desesperança diante das dificuldades da vida, a maioria ignora o sofrimento do outro, do seu semelhante.
 
Mas, mesmo assim, não devemos perder as esperanças e nem nos amargurar diante das dificuldades momentâneas da vida, porque a resposta do Senhor para as nossas orações vem no tempo certo.
 
Em Marcos 2.21:22, está escrito: “Ninguém costura remendo de pano novo em veste velha, porque o remendo novo tira parte da veste velha e fica maior a rotura”.
 
Tal ensinamento leva-nos a crer que Deus, primeiramente, procura nos limpar e permite que sejamos “provados e APROVADOS” para só depois derramar suas bênçãos sobre nós.
 
Os problemas tiram o sono de qualquer um.
 
Mas, a fé renova e refrigera o espírito.   
 
Portanto, não desanime.
 
Persevere no bom caminho e procure semear, sempre, a semente do amor. 
 
A fé, a esperança e a caridade são, na verdade, grandes virtudes e os pilares fundamentais da vida.

VEJA MAIS

Publicidade
Publicidade
Publicidade

CURTA-NOS