▸ Acompanhe nas redes

NOTÍCIAS / esporte
Enviar por e-mail Compartilhar Imprimir

09.09.2018 - 21:15  |  Open de jiu-jitsu

Amazonense Thiago Reinaldo ganha medalhas nos EUA

Assessoria de Imprensa

Thiago exibe suas medalhas

Defendendo as cores da Gracie Barra, o lutador Thiago Reinaldo buscou a melhor pontuação no ranking internacional, de olho em outras competições
 
O lutador amazonense de jiu-jítsu faixa preta Thiago Reinaldo conquistou duas medalhas no Estado de Maryland, na costa-Leste dos EUA, na tarde deste domingo, 9 de setembro, pelo Washington D.C. Summer International Open de Jiu-Jitsu Championship IBJJF 2018. O casca-grossa manteve sua busca pela melhor pontuação no ranking da International Brazilian Jiu-Jitsu Federation official (IBJJF), para garantir passaporte em competições oficiais.
 
O começo da tarde foi excepcional para o lutador manauara. Contra o carioca Gustavo Saveiro Oddone ele terminou em primeiro na sua categoria pesadíssimo e com kimono. Com apenas uma luta ele garantiu sua primeira medalha.
 
"Chamei o adversário para minha guarda e, para gente trabalhar um golpe ali, ele quebrou minha guarda, para mim não passar, tentei raspar ele, após uns três minutos de luta, raspei ele e finalizei na chave de braço", explicou o lutador.
 
Na beira do tatame Thiago Reinaldo em seu primeiro pronunciamento desabafou. "Estou muito feliz pela conquista, até porque eu não estava 100% fisicamente e chegar logo de primeira e superar um grande oponente, sem dúvida é muito gratificante saber que os trabalhos do decorrer da semana estão gerando frutos", disse Thiago.
 
Defendendo as cores da Gracie Barra, o lutador Thiago Reinaldo não se resumiria ali, no absoluto ele superou três norte-americanos e garantiu a supremacia brasileira.
 
Na quarta de final ele estrangulou pelas costas Quinn Mulhern da Alliance. Na semifinal o amazonense superou por 7 a 0 o grandalhão Timothy James Dawson, da High Noon BJJ Team. Na decisão houve empate em 4 a 4, porém, com uma vantagem a mais, Thiago Reinaldo superou Kenneth Vernon Otieno da Mike, da Moses Competition Team. "Na semifinal o adversário tinha muita força, mas eu consegui me sair. A decisão foi super acirrada e até mesmo o Kenneth veio até mim e disse que eu fui o melhor", contou Thiago Reinaldo.
 
"Venho treinando para essas conquistas e representar da melhor maneira o Estado do Amazonas e também o jiu-jítsu brasileiro", emendou o lutador.
 
 

MAIS NOTÍCIAS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

E-mail:

* Seu e-mail não será publicado

Mensagem:
Publicidade
Publicidade
Publicidade

CURTA-NOS