▸ Acompanhe nas redes

NOTÍCIAS / politica
Enviar por e-mail Compartilhar Imprimir

13.06.2018 - 11:30  |  ESPECULAÇÕES

Amazonino terá Rebeca como vice ou vai lançar uma chapa com Braga e Rebeca?

Arte manausolimpica

Amazonino, Rebeca e Braga já estão juntos

Amazonino vai realizar o sonho antigo de ter Rebeca como sua vice ou adotará uma nova estratégia e resgatará a chapa Braga e Rebeca? 


Por Warnoldo Maia de Freitas
 
Faltando praticamente 40 dias para o início das convenções partidárias que definirão as alianças e respectivas chapas para as eleições de outubro deste ano, as especulações correm soltas em todas as rodas de conversa e tem muita gente querendo saber se o governador Amazonino Mendes (PDT/AM) vai mesmo buscar a reeleição.
 
Os mais “bem relacionados com o poder” garantem que Amazonino já “avaliou todas as possibilidades, ao lado dos seus fiéis escudeiros, durante algumas partidas de dominó, definiu as estratégias que poderão ser colocadas em prática e definiu as diretrizes dos planos A e  B”. 
 
No primeiro terá Rebeca Garcia (PP) como vice, na disputa pela reeleição, enquanto no “B” “poderá lançar uma chapa com Eduardo Braga (MDB) para o governo e Rebeca como vice”, caso as pesquisas qualitativas indiquem a sua incapacidade de vencer o pleito.
 
Paixão antiga
 
Essa “paixão” de Amazonino Mendes por Rebeca Garcia é antiga. Lembram da eleição de 2008 para a Prefeitura de Manaus, quando Amazonino, naquela época no PTB, derrotou Serafim Corrêa no segundo turno?
 
Pois é. Amigo pessoal de Francisco Garcia o candidato Amazonino Mendes queria porque queria colocar Rebeca Garcia como vice na sua chapa, mas, acabou cedendo às pressões do seu grupo político, que bateu o pé e emplacou Carlos Souza, também do Partido Progressista (PP).
 
Entre os argumentos usados para “conquistar Amazonino” venceu o que apontava o ganho político da aliança, que poderia usufruir do peso político de Wallace Souza, irmão de Carlos, que havia sido o deputado estadual mais votado no pleito de 2006.
 
Prematuro
 
Os mais entusiasmados com a possiblidade não hesitam em afirmar que “Rebeca Garcia é e será a vice-governadora na chapa da reeleição do Amazonino Mendes, porque reúne as melhores qualidades para o cargo, no momento”. 
 
Mas parlamentares consideram prematuro fazer, agora, qualquer previsão sobre o resultado do jogo político, mas concordam que as especulações acabam refletindo parte dos fatos concretos.
 
“Essas decisões só deverão ser tomadas na primeira semana de agosto. As pesquisas vão dizer, vão determinar o futuro do Amazonino, que está preocupado com a possibilidade de perder no segundo turno para a chapa puxada pelo deputado David Almeida, conforme aponta o resultado de uma pesquisa que está circulando nos bastidores”, observa um parlamentar.
 
Os mais experientes argumentam, com base nos longos anos de acompanhamento das nuances da política amazonense, que a decisão final de Amazonino Mendes vai depender, exclusivamente, dos resultados das pesquisas que estão sendo realizadas com o objetivo de aferir a satisfação popular diante da sua gestão.
 
“O objetivo principal é manter o grupo no comando do Governo do Estado. O Amazonino sabe que se der as chaves do cofre para o Eduardo Braga ele vence as eleições, porque ele sabe trabalhar”, argumenta outro, que se diz mais preocupado no momento com as emoções da Copa do Mundo de Futebol da Rússia.
 
Apesar das divergências identificadas nos argumentos apresentados nas rodas de conversa, um argumento desponta como de consenso-geral: as definições importantes deste processo eleitoral só vão ser tomadas e divulgadas após as emoções da disputa futebolística, que domina as atenções.
 
Então, até lá só resta esperar, acompanhar o jogo e torcer.

MAIS NOTÍCIAS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

E-mail:

* Seu e-mail não será publicado

Mensagem:
Publicidade
Publicidade
Publicidade

CURTA-NOS