Quarta-feira | 26/06/2019
▸ Acompanhe nas redes

NOTÍCIAS / politica
Enviar por e-mail Compartilhar Imprimir

08.06.2019 - 22:25  |  Aleam

Clima promete esquentar, na terça, na Aleam, entre Wilker Barreto e Joana D’arc

Arte

Wilker Barreto e Joana D

 

Líder do governo vai fazer sua estreia na defesa do governo enfrentando uma verdadeira prova de fogo
 
Por Warnoldo Maia de Freitas
 
O clima vai esquentar na terça-feira, 11, na Assembleia Legislativa do Estado (Aleam), porque o deputado estadual Wilker Barreto (PHS) promete jogar pesado contra o governo Wilson Lima (PSC), após ser citado em matéria divulgada neste sábado, 08/06, pelo site oabutre.com, com o título “Conheça o verdadeiro perfil de Wilker Barreto, o simpático Tio Patinhas do Amazonas”, com base em informações de um dos ex-colaboradores do político.
 
Alcançado pelo whats app para falar sobre a matéria que diz que “as farras com dinheiro público vão desde aluguel de imóvel superfaturado, carros populares a viagens sem justificativas”, Wilker Barreto afirmou já haver “identificado o CPF do autor do material divulgado” e deixou claro que vai jogar pesado na Assembleia e cobrar esclarecimento dos fatos.
 
Oposição
 
Wilker Barreto, que apoiou a candidatura à reeleição de Amazonino Mendes (PDT), após romper com o prefeito Arthur Neto (PSDB), vem fazendo oposição sistemática à gestão de Wilson Lima e está se consolidando como ferrenho denunciante do que ele denomina de “desmandos e arbitrariedades da atual gestão”.
 
Depois de acusar a atual administração de deixar o Amazonas em colapso em 100 dias de governo, na semana passada Wilker se disse vítima de "arapongagem" que estaria sendo praticada a mando do Governo do Estado.
 
Em pronunciamento na Assembleia o deputado apontou a suspeita de grampo telefônico ilegal praticado contra ele, com o uso do Sistema Guardião, utilizado pela Secretaria Executiva-Adjunta de  Inteligência (SEAI).
 
Prova de fogo
 
A julgar pelos últimos fatos é possível dizer que a estreia da nova líder do governo na Aleam, Joana D’arc (PL, o antigo PR), vai ser mesmo uma prova de fogo e tem tudo para repetir o confronto registrado no fim dos trabalhos da manhã do dia 30 de maio de 2017 na Câmara Municipal de Manaus.
 
Naquele dia, Wilker Barreto, então presidente da Câmara Municipal de Manaus (CMM), e Joana D’arc, (PL que era PR), se desentenderam com relação ao tempo concedido à defensora dos animais no fim dos trabalhados.  
 
Wilker concedeu três minutos para Joana se pronunciar no fim dos trabalhos, mas ela queria mais. Então, ele reagiu reduzindo o tempo para dois minutos e após ser questionado encerrou as atividades no parlamento, dando início à confusão.

MAIS NOTÍCIAS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

E-mail:

* Seu e-mail não será publicado

Mensagem:
Publicidade
Publicidade
Publicidade

CURTA-NOS