Terça-feira | 16/10/2018
▸ Acompanhe nas redes

NOTÍCIAS / politica
Enviar por e-mail Compartilhar Imprimir

26.04.2018 - 14:35  |  CRISE NA POLÍTICA

David acusa governo Amazonino de usar tática nazista da mentira contra ele

Assessoria de Imprensa - ALEAM

David Almeida denuncia tática nazista da mentira para desqualificá-lo a qualquer custo


David diz que querem torná-lo igual aos que o acusam e cita mentiras do governo como o rombo de R$ 1,2 bi na saúde, a do estado quebrado e falta de dinheiro para pagar professores 
 
Por Warnoldo Maia de Freitas 

O deputado estadual David Almeida (PSB), presidente da Assembleia Legislativa do Estado (ALEAM), acusou na manhã da quinta-feira, 26, membros do governo Amazonino Mendes (PDT) de utilizarem da tática nazista da mentira contra ele, para tentar sujar a sua imagem a qualquer preço.
 
Lembrando o mestre da propaganda nazista, Joseph Goebbels, que dizia que “uma mentira dita 100 vezes acabava levando o povo a acreditar que ela era uma verdade”, David Almeida citou a denúncia feita contra ele de identificação de um superfaturamento na contratação de um mutirão de cirurgias durante a sua gestão no governo.
 
“O que eles querem é me sujar e me fazer parecer igual aos que me acusam. A pessoa que fez a denúncia ofertou um preço 40 por cento mais caro”, explicou. “O que eu estou falando é a realidade e a expectativa é o que está sendo colocado na propaganda do governo, usando os métodos da mentira do mestre da propaganda nazista, Joseph Goebbels, que repetia uma mentira várias vezes para que as pessoas passassem a acreditar que era verdade”, argumentou.
 
Em breve pronunciamento David lamentou a campanha sórdida que está em andamento contra ele, disse que o que está em jogo é uma tentativa mentirosa de desqualificá-lo a qualquer custo e destacou que muita gente está esquecendo que a população não quer, apenas, o novo, mas quer o jogo limpo.
 
“Essa história de superfaturamento nada mais é que uma tática nazista. O que está acontecendo é que estamos vivendo um contexto de disputa política, mas eu ainda não sei nem a qual cargo vou concorrer. Quem vai decidir é o povo”, disse ele. “O que está em jogo é uma tática mentirosa e criminosa para tentar me sujar, me transformar e me tornar igual aqueles que me acusam”, reafirmou.
 
 
 Algumas mentiras
 
Para dar sustentação ao seu argumento dando conta de que o Governo do Estado está usando a tática nazista da mentira, David lembrou a divulgada no início da gestão de Amazonino Mendes, que teria encontrado um rombo de mais de R$ 1,2 bilhão nos cofres da saúde. 
 
Mas tal inverdade foi esclarecida pelo próprio secretário da área da saúde, Francisco Deodato, que negou a existência de tal rombo nas contas da saúde, após a Assembleia ameaçar instalar uma CPI para apurar os desmandos apontados na saúde.
 
A outra mentira apresentada pelo governador Amazonino Mendes informava que o Estado do Amazonas estava quebrado, mas logo depois tais afirmações inverídicas foram colocadas por terra pelas informações oficiais, segundo as quais o governador-tampão pegou o governo com R$ 5,3 bilhões nos cofres.
 
A terceira grande mentira foi a de que o governo não tinha recursos para arcar com os custos do pagamento da reposição salarial dos profissionais da área da educação, que acabou desmentida pelo deputado Serafim Corrêa, que acabou com mais uma manobra de Amazonino tomando por base os números oficias do Fundeb.
 
“O povo está atento para essas mentiras. O que está em jogo é uma insistência, uma vontade doentia de querer me transformar igual aqueles que me acusam. O governo entregou cinco mil títulos de terra, mas não fez nenhum. Eu também não. Estavam todos prontos, porque eram da época do ex-governador José Melo”, disse ele.



 

MAIS NOTÍCIAS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

E-mail:

* Seu e-mail não será publicado

Mensagem:
Publicidade
Publicidade
Publicidade

CURTA-NOS