▸ Acompanhe nas redes

NOTÍCIAS / politica
Enviar por e-mail Compartilhar Imprimir

10.04.2019 - 09:05  |  Mais saúde

Hiram defende atendimento diferencial a diabéticos

Reprodução

Hiram Nicolau

 

Projeto deverá beneficiar mais de 70 mil pessoas em Manaus
 
A Câmara Municipal de Manaus começou a discutir na terça-feira, 09, o Projeto de Lei nº. 251/2018, de autoria do vereador Hiram Nicolau (PSD), que dispõe sobre atendimento especial aos portadores de diabetes.
 
A iniciativa do parlamentar é de grande relevância social, porque vai atender diretamente mais de 70 mil pessoas em Manaus já diagnosticadas com a doença, de acordo com informações da Secretaria Municipal de Saúde.
 
De acordo com o projeto, hospitais, clínicas, postos de saúde e laboratórios de coleta de sangue, públicos e privados, credenciados ou não à Rede Municipal de Saúde, deverão oferecer atendimento diferenciado aos portadores de diabetes, pacientes que fizerem exames em jejum, dando-lhes prioridade desde a triagem. 
 
Mais saúde
 
A prioridade se equipara à dos idosos, deficientes e gestantes, devido ao risco de hipoglicemia que afeta os portadores desta doença quando se encontram em jejum prolongado.
 
"É apenas uma pequena medida que a gente leva à população para preservar a saúde, pois estamos lidando com vidas. Esse atendimento prioritário envolve tanto a rede privada quando á rede pública de saúde em toda a capital. O diabético em jejum corre um grande risco de ter uma hipoglicemia, que pode causar tonteira, desmaio e, em casos mais graves, ataques epiléticos e até a morte. Eu fico feliz pelo projeto ter recebido parecer favorável da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), da Câmara Municipal. É uma medida para que a gente possa preservar a saúde das pessoas nessa condição", afirmou o parlamentar.
 
O paciente deve comprovar mediante apresentação de documentação (carteirinha do diabético) que é portador de diabetes e , com o documento em mãos, a rede de serviço responsável pela coleta de sangue deve identificar, no início do atendimento (triagem), os pacientes portadores de diabetes para que seja dada prioridade aos exames.
 
Na Câmara, o projeto nº 251/2018 foi aparteado pelos vereadores Chico Preto (PMN), Gedeão Amorim (MDB), Cláudio Proença (PR), Dante (PSDB), Cel. Gilvandro Mota (PTC), pelo presidente da casa vereador Joelson Silva (PSDB) e aprovado por unanimidade. Agora vai à 3ª Comissão de Finanças, Economia e Orçamento.
 

MAIS NOTÍCIAS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

E-mail:

* Seu e-mail não será publicado

Mensagem:
Publicidade
Publicidade
Publicidade

CURTA-NOS