Quarta-feira | 20/06/2018
▸ Acompanhe nas redes

NOTÍCIAS / politica
Enviar por e-mail Compartilhar Imprimir

01.03.2018 - 00:10  |  ELEIÇÕES 2018

Líder de Arthur cobra promessas de campanha de Amazonino Mendes

Assessoria de Imprensa - CMM

Joelson Silva quer saber se o amor declarado acabou


Joelson quer saber se o amor verbalizado na campanha acabou ou se ele vai ser transformado em ações para fazer as melhorias que Manaus precisa

Por Warnoldo Maia de Freitas
 
O líder do prefeito Arthur Neto (PSDB) na Câmara Municipal de Manaus (CMM), Joelson Silva (PSC), cobrou na manhã da terça, 27,  o cumprimento imediato das promessas de campanha do governador Amazonino Mendes (PDT), que conquistou o mandato com o apoio do tucano, mas, até agora, ainda não cumpriu a palavra empenhada, de somar esforços com a administração municipal para realizar os investimentos que a cidade precisa.
 
Ao manifestar a sua preocupação, que foi interpretada como um recado do prefeito, Joelson lembrou que durante a campanha, apoiada por ele e por seu grupo político, Amazonino falou muito em amor pela cidade de Manaus e agora ele quer saber se “todo o amor verbalizado” vai ser traduzido em ações efetivas, parcerias e investimentos para fazer o que precisa ser feito para proporcionar melhor qualidade de vida à população.
 
Em breve pronunciamento Joelson destacou os problemas enfrentados em vários setores da cidade, particularmente na área da mobilidade urbana e da saúde, lembrou que o ex-governador José Melo (PROS), preso sob suspeita de haver praticado atos não republicanos, também prometeu e não cumpriu e agora Amazonino está seguindo o seu exemplo, virando às costas para Manaus.
 
“Foi prometido que haveria parcerias e investimentos para fazer as melhorias que a cidade precisa. Cadê o amor apregoado pelo governador Amazonino Mendes durante a campanha eleitoral do ano passado? Será que após a eleição ele acabou?”, questionou o parlamentar, que aproveitou para ilustrar o descaso do governo para com a cidade lembrando que os hospitais estão abandonados. “O prefeito Arthur Neto não pode fazer tudo sozinho”, argumentou. 
 
Joelson disse, ainda, esperar que o governador Amazonino Mendes, “por ser um homem experiente, que já foi prefeito de Manaus, possa dedicar um pouco de atenção para a cidade” e somar esforços na realização de investimentos.
 
“Queremos que a cidade tenha bons serviços em todas as áreas, tanto na área do transporte coletivo quando na da saúde. Manaus precisa de governantes que também possam fazer investimentos na cidade, porque a cidade detém 95 por cento da riqueza produzida. Entendemos que é preciso investir no interior, mas é importante também investir na cidade”, disse ele. 
 
O líder do prefeito lembrou, ainda, que nos últimos dois anos os governantes que passaram não fizeram nenhuma parceira com a Prefeitura de Manaus e muito menos promoveram investimentos na cidade.
 
“Esperamos que o governador Amazonino Mendes possa ter um olhar mais cuidadoso para Manaus”, completou.
 
Apoio
 
Missionário André: o prefeito não pode fazer tudo sozinho
 
A cobrança de Joelson foi apoiada pelo vereador Missionário André (PTC), que apontou a necessidade de o Governo do Estado somar esforços com a administração municipal para atender as demandas registadas na capital.
 
“O prefeito sozinho não consegue resolver tudo e precisa contar com o apoio, a parceria do Governo do Estado. Na eleição havia uma parceria, uma sintonia entre o prefeito e o governador, mas depois, pelo que se percebe, essa união não se manteve e quem sai perdendo é a população”, argumentou, lembrando que a população não suporta mais isso.
 
Na avaliação do Missionário André, na eleição de outubro a população deverá dar a sua resposta nas urnas, porque já não suporta mais tanto descaso e promessas não cumpridas.
 
Joana D'arc: ninguém suporta mais esse jogo de cena
 
O pensamento foi comungado pela vereadora Joana D´arc (PR), que disse não entender a conduta de alguns políticos que durante as campanhas se unem para atingir objetivos perseguidos, mas logo após passam a cuidar, apenas, dos seus próprios interesses.
 
“Não entendo como a prefeitura (Arthur Neto) apoiou o governo (Amazonino Mendes) durante a campanha eleitoral e esse governo, hoje, depois de eleito, não apoia mais as ações que precisam ser implementadas para proporcionar melhores condições de vida à população”, afirmou, destacando que a população não precisa disso. “Ninguém suporta mais esse jogo de cena”, completou.
 
 
 

MAIS NOTÍCIAS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

E-mail:

* Seu e-mail não será publicado

Mensagem:
Publicidade
Publicidade
Publicidade

CURTA-NOS