▸ Acompanhe nas redes

NOTÍCIAS / economia
Enviar por e-mail Compartilhar Imprimir

01.03.2019 - 00:25  |  ZFM 52 anos

Menezes apresenta adjuntos e reafirma compromissos na Suframa

Assessoria de Imprensa

Alfredo Menezes

 

A nomeação da equipe de superintendentes adjuntos da Suframa e os preparativos para a realização da 287ª Reunião Ordinária do Conselho de Administração da Suframa (CAS) foram destacados pelo superintendente da autarquia, Alfredo Menezes, durante coletiva à imprensa realizada na tarde da quinta-feira, 28, para comemorar a passagem dos 52 anos da instituição e do modelo Zona Franca de Manaus.
 
Além de apresentar a marca comemorativa dos 52 anos, baseada nas inscrições "Proteção, Defesa e Desenvolvimento", e de prestar reconhecimento a todos os atores históricos envolvidos no processo de criação e fortalecimento da Suframa e do modelo ZFM, Menezes reafirmou o compromisso de trabalhar para resgatar o protagonismo da instituição.
 
Ele iniciou a coletiva afirmando que a Zona Franca de Manaus é um modelo único e exitoso, tendo sido concebido no final da década de 1960 como fruto de uma visão do governo militar que buscava integrar o Brasil e diminuir as desigualdades regionais. 
 
"Por conta disso, daquela visão de implantar o modelo naquela época, é que estamos comemorando, hoje, esses 52 anos. Nosso País tem um tamanho continental e, por isso, a nossa região recebe incentivos para amenizar os desafios advindos das condições de infraestrutura e logística diferenciadas em relação às demais regiões do Brasil", lembrou Menezes, para, em seguida, agradecer a todas as pessoas, empresas, instituições e segmentos da sociedade que, ao longo de mais de cinco décadas, acreditaram no modelo ZFM e contribuíram de maneira decisiva para a economia do Estado e da região.
 
 "Como qualquer aniversário, é um momento de reflexão e de agradecimentos. Quero agradecer e reconhecer o esforço das empresas, dos servidores desta Casa, dos superintendentes que me antecederam, dos gestores dos diversos órgãos públicos e entidades de classe, enfim, de todos aqueles que, direta ou indiretamente, trabalharam ou que estão trabalhando em prol do engrandecimento da Suframa e da Zona Franca de Manaus", complementou.
 
Adjuntos
 
Menezes aproveitou a ocasião para anunciar o nome dos quatro superintendentes adjuntos que lhe auxiliarão na gestão da autarquia: Sandro Rogério Ferreira Gomes, que comandará a Superintendência Adjunta Executiva (SAE); Luciano Martins Tavares, que ficará à frente da Superintendência Adjunta de Operações (SAO); Alcimar Marques de Araújo Martins, que dirigirá a Superintendência Adjunta de Planejamento e Desenvolvimento Regional (SAP); e Gustavo Adolfo Igrejas Filgueiras, que responderá pela Superintendência Adjunta de Projetos (SPR). Com exceção do último, que é servidor de carreira da autarquia, todos são oriundos da carreira militar. 
 
De acordo com o superintendente, não há intenção alguma de "coronelizar a Suframa", mas sim de constituir uma equipe extremamente qualificada para que a sociedade tenha o resultado que espera: austeridade e seriedade no trato da coisa pública.
 
 "Todos são profissionais com perfis e formações de grande qualidade técnica, detentores de pós-graduação, de conhecimentos e de vivências vastas. Portanto, a nossa autarquia está em boas mãos, porque quando você tem pessoas melhores do que você para lhe assessorar, creio que as coisas irão muito bem. Isso me dará muita tranquilidade na hora de decidir, porque iremos decidir com coerência e oportunidade", afirmou, adiantando que a nomeação dos novos superintendentes adjuntos está em tramitação e deverá ser concluída até a primeira quinzena de março.
 
Sobre a retomada da agenda de encontros do Conselho de Administração da Suframa, ele adiantou que indefinições quanto à nova constituição formal do CAS impedem, por ora, a realização da 287a Reunião Ordinária, mas que todas as ações necessárias já estão sendo tratadas com os ministérios competentes e que a expectativa é de que a reunião ocorra em breve. 
 
"Sei que a praxe era a de realizar a primeira reunião do ano no dia do aniversário da SUFRAMA, mas infelizmente neste ano não depende da nossa vontade. Enquanto não houver a definição dos membros do Conselho, com a publicação no Diário Oficial da União, não podemos ter a reunião. Mas estamos trabalhando em sinergia com as instâncias de Brasília para que essas definições ocorram e possamos ter a propositura da data", disse Menezes.
 
 Ele informou, ainda, que convidou o presidente Jair Bolsonaro para que faça uma visita a Manaus e, se possível, presida a próxima reunião do CAS, que será a primeira de 2019. Outra informação dada foi a de que ele estará em Brasília, entre os dias 12 e 15 de março, para tratar de diversas ações que estão em tramitação afetas à instituição e também participar da sessão solene em comemoração aos 52 anos da autarquia que ocorrerá no Congresso Nacional.
 
Por fim, ele agradeceu todas as mensagens de felicitação enviadas por diversos segmentos da sociedade e buscou enfatizar que as expectativas da SUFRAMA são positivas, tendo em vista o momento de transformação por qual todo o País está passando. 
 
"Queremos resgatar o protagonismo da Suframa. Os desafios à frente da instituição são hercúleos, mas eles não nos amedrontam. Estamos conscientes do tamanho desses desafios e iremos fazer o possível para entregar à sociedade aquilo que ela espera. Este é um momento para refletir e fazer uma autocrítica. Temos vários motivos para celebrar, mas não para fazer festa. Nossas ações têm que ser austeras, simples", reforçou Menezes.
 

MAIS NOTÍCIAS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

E-mail:

* Seu e-mail não será publicado

Mensagem:
Publicidade
Publicidade
Publicidade

CURTA-NOS