▸ Acompanhe nas redes

DIRETO AO PONTO
Enviar por e-mail Compartilhar Imprimir

08/07/2021 - 11:20

Fiança de R$ 1.100 imposta a Roberto Dias tem cara de DEBOCHE

Roberto Dias

Desfile de inverdades e versões duvidoras apresentadas à CPI do Senado tem mostrado a outra face do Brasil

Por Warnoldo Maia de Freitas

O desfile quase que diário de inverdades, de versões duvidosas nos depoimentos prestados à CPI do Senado, bem como por alguns dos seus membros, tem servido para revelar que muitas práticas combatidas veementemente por poucos, permanecem  arraigadas, estabelecidas na memória, nos costumes e, infelizmente, não vão acabar tão cedo.

Muitos só pensam, mesmo, em levar vantagem, sem se importar com o bem-estar do OUTRO, com os danos causados, porque IMPERA o sentimento da IMPUNDIADE e as medidas colocadas em prática, muitas vezes, assemelham-se a DEBOCHE para o cidadão comum.

O exemplo mais recente dessa TROÇA, ZOMBARIA, GOZAÇÃO, CHACOTA, ESCÁRNIO foi a fiança de R$ 1.100,00 imposta a Roberto Dias, o ex-diretor do Ministério da Saúde, acusado de envolvimento em dois escândalos de corrupção que envolvem a compra de vacinas pelo governo federal, detido no início da noite da quarta-feira, 07/07/2021 por prestar FALSO TESTEMUNHO.

Sem entrar no mérito dos objetivos da CPI DO SENADO, com a devida VÊNIA a quem de direito, a mensagem passada pela PENALIDADE imposta para quem pensa em prestar FALSO TESTEMUNHO é a de que VALE A PENA MENTIR NA CPI DO SENADO, porque sai mais barato pagar a FIANÇA do que um jantar em um dos RESTAURANTES CHIQUES e concorridos em operação na capital federal.

Além disso, a possibilidade de responder em liberdade a processos instaurados para apurar os fatos também não assusta quem tem dinheiro para pagar as custas dos advogados e fazer com que tais processos estacionem em determinadas instâncias ou se arrastarem por longos e intermináveis anos. 

Circo

Alguém já disse, um dia, que "a vida é um grande circo feito de artistas e plateias e a cada dia estamos presentes a um novo espetáculo", nos revezando, sempre, no desempenho das funções de ARTISTAS ou PLATEIA. 

Em algumas circunstâncias somos os artistas - PALHAÇOS - responsáveis pela apresentação dos ESPETÁCULOS, e em outras assumimos o de PLATEIA e manifestamos o nosso julgamento por meio dos aplausos e das vaias.

E nesse IMENSO "PARQUE DE DIVERSÕES", onde todos representam o tempo todo - muitas vezes, para assegurar a própria sobrevivência -, vamos sendo trolados e enganados, na maioria das vezes, por aqueles a quem delegamos o direito de nos representar para defender os nossos direitos, que muitas vezes ficam presos no papel.

Diante do que se tem visto, com a devida VÊNIA dos nobres senadores, INFELIZMENTE, não há como não dizer que o ESPETÁCULO que vem sendo proporcionado pela CPI do Senado, tem sido considerado IMPAGÁVEL.

A realidade da vida cootidiana, muitas vezes choca, principalmente quando muitos se empenham na VENDA DE VERDADES inimagináveis, para garantir interesses inconfessáveis.

Thomas Luckman e Peter Berger já disseram: "O mundo da vida quotidiana é objeto de uma interpretação dos homens que lhe conferem significado e sentido".
 
 


 
 
 

VEJA MAIS

Publicidade
Publicidade
Publicidade

CURTA-NOS