▸ Acompanhe nas redes

NOTÍCIAS / economia
Enviar por e-mail Compartilhar Imprimir

16.12.2019 - 20:25  |  Nova Lei de Infomática

Nova lei de Informática vai viabilizar polo de alta tecnologia na ZFM, afirma Pauderney

Reprodução

Pauderney destaca soma de esforços em defesa da ZFM

 

Pauderney destaca que nova lei vai viabilizar novos polos e assegurar um salto de qualidade à ZFM

Por Warnoldo Maia de Freitas

O ex-deputado federal e representante especial do Governo do Amazonas em São Paulo, Pauderney Avelino (DEM), comemorou no início da noite desta segunda-feira, 16/12, a aprovação pelo plenário da Câmara Federal do PL 4805/19), que cria incentivos fiscais para empresa do setor de tecnologia da informação e comunicação e disse que "agora a indústria brasileira respira e a Zona Franca de Manaus está preservada".

Além de destacar o trabalho do senador Omar Aziz (PSD) na Comissão de Assuntos Econômicos do Senado, do deputado federal Marcelo Ramos (PL) na Câmara, e do vice-governador Carlos Almeida (PRTB), "que acompanhou de perto o trabalho realizado em Brasília", Pauderney disse que a nova lei de informática vai viabilizar a implantação de novos polos em Manaus como o de  alta tecnologia e assegurará um salto de qualidade para a ZFM.

Sem preocupações

Segundo Pauderney, o parecer do Senado foi aprovado com pequenas modificações, mas essas mudanças não preocupam porque não chegam a atingir o núcleo do projeto da nova lei de informática.

"Agora nós temos um equilíbrio entre a lei de informática do Amazonas e a nova lei de informática do Brasil", comemorou Pauderney, lembrando que ela foi necessária porque a Organização Mundial do Comércio (OMC) vetou a lei brasileira, porque ela gerava concorrência desleal.

De acordo com Pauderney, agora vamos ter uma nova lei que, ao invés de beneficiar o produto, vai dar um benefício financeiro para as empresas que investirem em inovação tecnlógica, na pesquisa e no desenvolvimento.

"Estamos felizes e otimistas porque mantivemos o equilíbrio da Zona Franca de Manaus e vamos fazer aquilo que nós  imaginamos, que é criar um forte polo de componentes, bem como um polo de alta tecnologia e de semi-condutores", disse ele, destacando que esses novos polos vão permitir que a ZFM dê um salto de qualidade.
 
 

 

 
 

MAIS NOTÍCIAS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

E-mail:

* Seu e-mail não será publicado

Mensagem:
Publicidade
Publicidade
Publicidade

CURTA-NOS