Manaus, 24 de Janeiro de 2022

Realização do Réveillon vai ser decidida até dia 12, afirma prefeito

David Almeida afirma que a prioridade é a segurança da população. Réveillon e Carnaval 2022 ainda não estão confirmados.

Cidade | 30/11/2021 - 06:05
Foto: Rodrigo Poncinelli

David Almeida: Prioridade é a segurança da população

O prefeito de Manaus, David Almeida (Avante), afirmou na segunda-feira, 29/11, no Palácio do Planalto, em Brasília, que até o dia 12 de dezembro a Prefeitura vai decidir se vai realizar ou não o Réveillon “Virada da Esperança” 2022.

Segundo ele, a Prefeitura de Manaus está analisando com muita cautela a liberação das festas de fim de ano e trabalha, junto à Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), com base em dados estatísticos e de contágio da nova variante Ômicron, do novo coronavírus.

“Nós já temos a contratação de um evento para o Réveillon, mas estamos analisando a possibilidade da liberação ou não do Réveillon e também do Carnaval na nossa cidade”, afirmou, ressaltando o seu compromisso com a segurança da população.

O prefeito acrescentou, ainda, que Manaus vive um momento diferente do início da pandemia e já tem 74% da população completamente vacinada contra a Covid-19.

“Já fizemos vários eventos-testes, mas cautela e prudência são nossas aliadas nesse momento”, frisou.

Sobre a realização do Réveillon “Virada da Esperança”, ele esclareceu que apesar de o evento estar contratado e parcialmente pago, não haverá problemas em adiá-lo para uma data posterior, caso seja necessário cancelar. 

"A prioridade é a segurança da população. Manaus sofreu muito no início desse ano e nós não queremos que isso retorne”, observou.

Máscaras

Indagado pelos jornalistas sobre a flexibilização do uso de máscaras em locais abertos, o prefeito David Almeida reafirmou que segue as orientações do Comitê da Semsa.

Segundo ele, a meta é flexibilizar o uso de máscaras em locais abertos quando Manaus atingir um percentual entre 75% e 80% da população completamente vacinada contra a Covid-19.

“Estamos bem próximos disso. Quando chegarmos, vamos analisar com prudência, cautela e responsabilidade a não exigência de máscaras em locais abertos. Hoje estamos com 74%”, afirmou.
 
 
 
ACOMPANHE O MANAUS OLÍMPICA NAS REDES SOCIAIS

© 2015 - 2022. Manaus Olímpica. Todos os direitos reservados