Quinta-feira | 20/02/2020
▸ Acompanhe nas redes

NOTÍCIAS / economia
Enviar por e-mail Compartilhar Imprimir

07.02.2020 - 11:05  |  Alta tecnologia

Adata pode fincar raízes em Manaus, revela Pauderney Avelino

Assessoria de Imprensa

Pauderney Avelino com representantes da Adata Brasil

 Pauderney comemora chegada da indústria de semicondutores ao Polo Industrial de Manaus 

 
Por Warnoldo Maia de Freitas

A Adata Technology, empresa de Taiwan especiaizada na produção de módulos DrRam e líder mundial na fabricação de memória e componentes para armazenamento digital como unidades de estado sólido, unidades flash USB, cartões de memória, produtos de armazenamento externo e bancos de energia, entre outros, está avaliando a possibilidade de fincar raízes no Polo Industrial de Manaus.

A revelação é do ex-deputado federal Pauderney Avelino, representante especial do Governo do Estado do Amazonas em São Paulo e Brasília, que manifestou-se otimista com a possibilidade de outras três ou quatro empresas que operam com tecnologia de ponta também instarem suas unidades produtivas em Manaus para viabilizar a consolidação de um polo de alta tecnologia e melhor atender ao mercado brasileiro e dos países vizinhos.

Otimista

Otimista, Pauderney comemora a chegada da indústria de semicondutores ao Polo Industrial de Manaus e reconhece que, embora tardiamente, a sua instalação na capital do Amazonas vai trazer grandes benefícios para a economia amazonense, porque tal segmento tem um faturamento médio de R$ 1,5 bilhão por ano no Brasil, segundo dados da Associação Brasileira da Indústria de Semicondutores (Abisemi).

"Atualmente a Adata tem uma unidade em Santo Antônio da Posse, em São Paulo, onde investiu, a partir de 2016, 2017, mais de US$ 80 milhões - ou R$ 352 milhões, levando em consideração a cotação do dólar de R$ 4,40 - e fornece módulos de memória para grandes empresas fabricantes de informática e eletroeletrônicos instalados no Brasil", explica Pauderney, fazendo questão de destacar que o governo Wilson Lima está comprometido com o fortalecimento do modelo ZFM.
 
 
 
 

 

 
 

MAIS NOTÍCIAS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

E-mail:

* Seu e-mail não será publicado

Mensagem:
Publicidade
Publicidade
Publicidade

CURTA-NOS