Terça-feira | 02/06/2020
▸ Acompanhe nas redes

NOTÍCIAS / cidade
Enviar por e-mail Compartilhar Imprimir

15.12.2019 - 19:05  |  Carnaval 2020

Adriana conquista o título de Rainha da Bateria na Alvorada e promete encantar no Sambódromo

Fotos - Amigos do Carnaval de Manaus

Adriana Amazonas, a rainha da bateria da Unidos do Alvorada

Adriana diz acreditar que "ser diferente é normal e deficiente é o preconceito"

Por Warnoldo Maia de Freitas 
 
A estudante de jornalismo Adriana Amazonas, encantou os jurados com sua graça, beleza e desenvoltura e conquistou na noite do sábado, 14/12, o título de Rainha da Bateria de 2020 da Escola de Samba Unidos do Alvorada e promete brilhar e mostrar muito samba no pé na passarela do samba para ajudar a sua agremiação a ganhar o título do Carnaval de 2020.
 
 
Já o título de Musa de Bateria 2020 ficou com Hannnalory Bentes (foto acima), representante da Associação de Pais e Amigos do Down no Amazonas (APADAM), que é uma entidade sem fins lucrativos, comandada por Omar Maia dos Santos (foto abaixo), que reúne pais, pessoas com síndrome de Down, profissionais e pessoas interessadas por uma causa comum: melhorar a qualidade de vida e proporcionar maiores oportundiades para as pessoas com síndrome de Down.
 
 
Segundo Adriana, que se diz "eternamente apaixonada pelo Carnaval", a Unidos do Alvorada "vai fazer bonito" no desfile do grupo especial de 2020 e apresentará um samba sem preconceito, para charmar a atenção da sociedade e mostrar que ser diferente é normal.
 
"O nosso enredo diz tudo. 'Oi, eu estou aqui! Alvorada com um cromossomo a mais, mostra que ser diferente é normal", argumenta.
 
Dedicada
 
Descrita pelos amigos como uma pessoa dedicada e persistente, que não se entrega e não desiste facilmente dos seus objetivos, Adriana Amazonas revela que não mediu esforços para se preparar e poder entrar na disputa com chances reais de vencer o concurso.
 
 
 
"Me dediquei muito e só tenho a agradecer a todos que me ajudaram a realizar esse meu sonho, que é o de poder ser a rainha e desfilar na frente daquela que é a melhor bateria do carnaval amazonense", disse ela, afirmando que quem for acompanhar os desfiles das escolas na avenida vai poder comprovar o que ela está afirmando.
 
 
 
Consciente de que é uma bela mulher, Adriana revela que decidiu se candidatar no concurso de rainha da bateria para ajudar a sua escola a mudar, a "fazer uma repaginação", ganhar novo fôlego e "fazer bonito no dia do desfile para todas as torcidas".
 
"Acredito que conseguiremos fazer um grande desfile, porque todo mundo está unido e trabalhando muito para fazer a nossa escola despontar entre as melhores", argumenta, sem esconder o otimismo. "Acredito que todo mundo é especial. Acredito que ser diferente é normal e deficiente é o preconceito", completa.
 
 
 
 
 

MAIS NOTÍCIAS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

E-mail:

* Seu e-mail não será publicado

Mensagem:
Publicidade
Publicidade
Publicidade

CURTA-NOS