Manaus, 24 de Julho de 2024

Carlinhos Bessa cobra mais segurança contra piratas no Solimões

Deputado afirma que a situação é alarmante e gera prejuízos variados à população da região.

Política | 20/06/2024 - 14:10
Foto: Assessoria de Imprensa

Carlinhos Bessa

O primeiro vice-presidente da Assembleia do Amazonas (ALEAM), deputado estadual Carlinhos Bessa (PV), fez na manhã desta quintafeira, 20/06, um apelo urgente para o reforço da segurança pública na região do Médio Solimões e apresentou como justificativa a crescente ameaça representada pelos ataques de piratas nos rios da região.

Segundo o parlamentar, os ataques de piratas têm se tornado cada vez mais frequentes e violentos, colocando em risco a vida de ribeirinhos, pescadores e comerciantes que dependem dos rios para suas atividades diárias.

"A situação é alarmante. Na última semana um agricultor foi assassinado enquanto fazia a travessia de seus produtos. Ontem (19), outras pessoas foram atacadas e uma delas ficou gravemente ferida. Famílias inteiras estão com medo de navegar, os trabalhadores do transporte fluvial estão sendo ameaçados e o comércio local está sofrendo com a insegurança", afirmou Bessa.

O deputado ressaltou a necessidade de uma resposta coordenada entre as forças de segurança estadual, federal e os municípios da calha do Médio Solimões. "Precisamos de uma atuação conjunta da Polícia Militar, Polícia Civil, Polícia Federal e das prefeituras para combater essa criminalidade que assola nossa região. Somente com um esforço integrado conseguiremos garantir a segurança da nossa população", enfatizou.

Bessa também destacou que a falta de fiscalização e presença policial nas áreas mais remotas contribui para a atuação dos piratas. "Esses criminosos se aproveitam da ausência de policiais para agir impunemente. É fundamental aumentar o patrulhamento e a vigilância nas rotas fluviais, especialmente nos pontos mais críticos", argumentou.

Entre as propostas apresentadas pelo deputado estão a instalação de bases fluviais em pontos estratégicos, o aumento do efetivo policial na região e a implementação de sistemas de monitoramento e comunicação para facilitar a denúncia e a resposta rápida a incidentes.

A situação no Médio Solimões reflete uma preocupação mais ampla com a segurança pública no Amazonas, onde as vastas extensões de rios e florestas muitas vezes dificultam a ação das autoridades. "A segurança dos nossos rios é essencial para a vida e a economia dos amazonenses. Não podemos permitir que a criminalidade continue a avançar e ameaçar o futuro da nossa região", concluiu Bessa.

ACOMPANHE O MANAUS OLÍMPICA NAS REDES SOCIAIS

© 2015 - 2023. Manaus Olímpica. Todos os direitos reservados