Manaus, 20 de Abril de 2024

Gestão David Almeida dobra número de vagas em creches

Número de vagas está sendo ampliado em 100% pela Prefeitura de Manaus.

Cidade | 25/03/2024 - 11:20
Foto: Reprodução

 Fundamental para ajudar no desenvolvimento físico e social das crianças logo na primeira infância e um importante meio de apoio às famílias que não têm onde deixar seus filhos para poderem trabalhar, as creches são prioridade real na atual gestão David Almeida. Prova disso é que a Prefeitura de Manaus está ampliando em 100% o número de vagas para crianças de 1 a 3 anos na capital, duplicando promessa de campanha feita pelo prefeito em 2020, passando de 5.104 vagas, em 2021, para 10.208 vagas até o final de 2024.


Serão sete creches construídas ao final dos quatro anos de gestão: três já entregues, duas prontas para inaugurar nos próximos dias e outras duas em obras para inauguração ainda neste ano. Um feito inédito, com o maior investimento já visto na educação infantil do município, comparado às últimas três gestões, que ao longo de 16 anos entregaram 20 creches.

Para o prefeito David Almeida, a gestão vem buscando o melhor para a educação na cidade de Manaus, por acreditar que a educação transforma a vida de crianças e de suas famílias, a começar pela pré-escola, ainda na creche, atribuição primária e fundamental da prefeitura.

“Na minha campanha, nós prometemos que iríamos ampliar em 50% a oferta de vagas em creches. E nós iremos entregar até o final deste ano, 10.208 vagas de creche, crescendo 100% em quatro anos. Com essa ampliação, estamos resolvendo um problema histórico de falta de vagas nessa faixa-etária de 1 a 3 anos e temos a certeza de que vamos melhorar ainda mais os índices educacionais da cidade de Manaus”, declarou David Almeida.

Espaços seguros e interativos

As estruturas das novas creches, que atendem crianças no maternal 1, 2 e 3, contam, além das salas de aula, com blocos distintos, como administrativo, de serviços, multiuso e pedagógicos, como também playground e espaços com brinquedos infantis.

Jocineia Assunção, mãe da pequena Ayla Sophia, de 1 ano e 8 meses, que estuda em uma das creches municipais, afirmou que essa oportunidade, da filha ter um local para ficar, foi decisiva em sua vida, quando precisou trabalhar.

“A creche faz parte da sua vida. Quando comecei a trabalhar, precisava de um lugar para deixar a minha filha. Não tenho condições financeira de pagar uma pessoa para ficar com ela. E a creche veio em um momento importante. Sempre me senti muito segura com o local, com os profissionais que cuidam dela. Ela é muito bem tratada, com alimentação de qualidade, cuidado mesmo de mãe. Sou muito grata à creche, à prefeitura e ao prefeito”, destacou Jocineia.

As três creches entregues pela atual administração estão nos bairros do Tarumã, na zona Oeste; do Planalto, zona Centro-Sul; e Nova Cidade, zona Norte. Duas creches, nos bairros Braga Mendes, zona Leste, e Santa Etelvina, zona Norte, já estão prontas para serem inauguradas. E as outras duas, ainda em obras, estão localizadas nos bairros Santa Etelvina e conjunto Viver Melhor, na zona Norte, e Vila Marinho, na zona Oeste.

Muitas promessas e poucas obras

Somente em 2008 é que Manaus teve a sua primeira creche municipal, construída pelo então prefeito Serafim Corrêa, que deixou apenas esse único aparelho público para a primeira infância. E concretizou essa necessidade, que já era urgente à época, no final da sua única gestão à frente do executivo municipal, que iniciou em 2005.

Mesmo antes de assumir a capital pela terceira vez, no ano de 2009, Amazonino Mendes já prometia na campanha eleitoral construir 1.000 creches na cidade. Número fantasioso, já que pretendia executar por intermédio do programa Mãe Social – mães do bairro seriam treinadas e remuneradas para cuidar de crianças em suas próprias casas.

Essa proposta, ainda na fase embrionária, nem foi para frente e tão logo foi barrada pelo Ministério Público Estadual (MPE), já que não se construiria nenhuma estrutura adaptada e fundamental para o desenvolvimento de crianças nessa faixa-etária.

Como “herança para Manaus”, de 2009 a 2012, o então prefeito Amazonino Mendes deixou, de concreto, zero creche para as crianças e suas famílias. Nenhuma foi entregue em suas duas gestões.

E, de 2013 a 2020, a gestão do então prefeito Arthur Neto não foi diferente. Não construiu nenhuma creche planejada em sua administração. Apenas inaugurou 19 unidades que estavam em obras da gestão anterior, fruto de convênio com o Governo Federal, que, a princípio, pretendia construir 116 creches na capital amazonense. Mas uma promessa de gestores que não foi cumprida e nem concretizada.

TABELA CRECHES:

ENTREGUES:

Creche Municipal Magnólia Pessôa Figueiredo – Tarumã

Cheche Professora Libânia Theodora Rodrigues Ferreira - Conjunto Jardim Versalles, Planalto

Creche Dorothea de Souza Braga - Nova Cidade


PRONTAS PARA SEREM INAUGURADAS:

Creche Severo Câmara – Braga Mendes

Creche Caio Fábio – Santa Etelvina


EM OBRAS:

Creche Almirante Vitório Lomba – Vila Marinho

Creche Prefeito José Fernandes – Viver Melhor
 
ACOMPANHE O MANAUS OLÍMPICA NAS REDES SOCIAIS

© 2015 - 2023. Manaus Olímpica. Todos os direitos reservados