▸ Acompanhe nas redes

NOTÍCIAS / politica
Enviar por e-mail Compartilhar Imprimir

01.07.2020 - 15:15  |  Fraude na compra dos respiradores

Marido de Daniela Assayag é sócio da Sonoar, revela CPI da Saúde

Assessoria de Imprensa

Deputado Péricles Nascimento

 Resta saber se Wilson Lima foi traído pela secretária de confiança ou ganhou alguma coisa para mandar pagar a fatura milionária


Por Warnoldo Maia de Freitas

Apareceu, finalmente, o chamado "batom na cueca" no caso da compra dos 28 respiradores inadequados pelo Governo do Amazonas no auge da pandemia da Covid-19 em Manaus. O presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito da Saúde da Assembleia Legislativa do Estado (ALE-AM), o deputado estadual Péricles Nascimento (PSL), revelou nesta quinta-feira, 01/07, que o marido da jornalista Daniela Assayag, secretária de Comunicação do governo do Amazonas, Luiz Carlos Avelino Jr, é um dos sócios da empresa Sonoar.
 
A revelação serviu para colocar um pouco de luz sobre o conturbado processo da compra dos respiradores, marcado por versões diversas, e esclarecer o envolvimento direto de Daniela Assayag na fraude que está sendo apurada pela Polícia Federal e que, segundo revelou o ex-secretário de Saúde, Rodrigo Tobias, em depoimento à CPI, acompanhou reuniões realizadas na Susam para fechar a compra dos equipamentos.

As investigações que estão em andamento devem indicar, no curto prazo, se o governador Wilson Lima (PSC/AM) foi traído pela sua secretária de confiança e amiga particular ou se tinha conhecimento da negociata em andamento e ganhou um "guaraná", um "bônus extra", para mandar pagar imediatamente a fatura milionária da compra dos respiradores inadequados comprados pelo governo nesta triangulação.

O interesse particular da secretária de Comunicação do governo estadual, segundo revelou o presidente da CPI da Saúde, leva a crer que as suas digitais também deverão ser encontradas no Setor de Compras da Secretaria Estadual de Saúde, que teria alterado a especificação dos respiradores, à revelia do setor técnico da Susam, bem como indicado as marcas Resmed e Philips.

De acordo com o deputado Pericles, "a constatação foi feita a partir de um contrato de cessão das cotas da empresa Andrade e Mansur Comércio de Materiais Hospitalares Ltda, cuno nome é Sonoar Equipamentos para Terapia Respiratória, do dia 12 de dezembro de 2019, em que Renata de Cássia Dias Mansur Silva cede suas cotas para Avelino Jr por R$ 250 mil".  

Confira o contrato


Lembrança

De acordo com as informações constantes no proceso de investigação da compra superfaturada dos equipaemntos pelo governo do Amazonas, a triangulação já revelada pela Polícia Federal foi feita da seguinte forma: a empresa Sonoar, do marido da secretária - que tem 50% das cotas da empresas - comprou os respiradores por R$ 1.092.000,00 e lucrou a módica quantia de R$ 1.388.000,00 ao repassar por R$ 2.480.000,00 os equipamentos para a loja de vinhos que, por sua vez, revendeu o lote para o Governo do Amazonas, que pagou de um dia para o outro R$ 2.976.000,00.
 
 

 

 

 

 

 

 

 

 
 

MAIS NOTÍCIAS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

E-mail:

* Seu e-mail não será publicado

Mensagem:
Publicidade
Publicidade
Publicidade

CURTA-NOS