Manaus, 24 de Julho de 2024

Parintins merece um Bumbódromo para 40 mil pessoas

Wilson Lima precisa ousar mais e seguir os passos de Amazonino, porque a festa é grande e precisa de um palco maior e de melhor estrutura.

Geral | 29/06/2024 - 14:00
Por Warnoldo Maia de Freitas

A meta de construir um novo Bumbódromo em Parintins, anunciada na noite da última sexta-feira, 28/06, pelo governador do Amazonas, Wilson Lima (União Brasil), já conquistou a simpatia geral e o apoio de praticamente todas as torcidas, porque o Festival de Parintins já "ganhou o mundo" e precisa, de fato, de uma melhor estrutura para Caprichoso e Garantido "encantarem ainda mais" todos os povos, todas as tribos.

Na avaliação de quem vai todo ano a Parintins, prestigiar o "maior teatro a céu aberto do mundo", Wilson Lima "precisa ousar mais" e fazer, agora, um bumbódromo para 40 mil pessoas, uma obra para entrar, verdadeiramente, para a história do Amazonas, a exemplo do ex-governador Amazonino Mendes, que percebeu a potencialidade da festa e ousou, e tirou o sonho do papel, e em 1988 inaugurou o "Centro Cultural Amazonino Mendes", o famoso Bumbódromo de Parintins.

Afinal, como bem destaca a Ladainha de um dos bumbás, o boi de pano "Caiu no mundo", e já "Atravessou pro outro lado do oceano". Mas, agora, precisa melhorar a sua infraestrutura para continuar brilhando e encantando.

É preciso acabar com os "aperreios"

O pensamento geral destaca que a festa é grande e o governador precisa mesmo pensar mais alto para atender todas as torcidas e colocar em prática um projeto capaz de criar a infraestrutura necessária para atender a grandiosidade do Festival de Parintins e acabar, de vez, com os "aperreios" registrados hoje, tanto no que diz respeito a passagens e ingressos para a festa, quanto acomodações e palco do espetáculo.

"Imagina se, de repente, chegam dois ou três transatlânticos abarrotados de turistas, com cerca três, quatro mil gringos para acompanhar de perto os rituais indígenas apresentados pelos dois bumbás. Hoje não se tem infraestrutura para atender a demanda. Logo, já passou da hora de mudar tal quadro", afirma um engenheiro, que optou por não ter o nome revelado.

Na sua avaliação, é preciso investir em infraestrutura e construir uma arena com capacidade para 40 mil pessoas, como um estádio de futebol, com banheiros e quiosques sob as arquibancadas, para melhor atender a todas as torcidas, bem acabar com o sufoco dos visitantes, atualmente obrigados a passar o dia todo sob o sol para entrar no bumbódromo.

"O novo projeto também precisa acabar com a  necessidade de guindastes, bem como viabilizar investimentos em hotéis temporários, meios de transporte mais rápidos, confortáveis e baratos no trecho Manaus-Parintins-Manaus", argumenta.

Com uma novo palco, com capacidade para 40 mil pessoas, por exemplo, os organizadores o festival até poderiam cobrar pelo ingresso, praticando preços acessíveis para todos.

"Quem não gostaria de poder comprar seus ingressos para acompanhar as apresentações dos bumbás e ter a certeza de que iria entrar sem problemas na grande festa? Certamente, todo mundo".
 
ACOMPANHE O MANAUS OLÍMPICA NAS REDES SOCIAIS

© 2015 - 2023. Manaus Olímpica. Todos os direitos reservados