Quinta-feira | 12/12/2019
▸ Acompanhe nas redes

NOTÍCIAS / geral
Enviar por e-mail Compartilhar Imprimir

01.06.2019 - 06:00  |  EM DEFESA DO EVANGELHO

Portas Abertas faz ato de intercessão pelos cristãos da Coréia do Norte, dia 23 em Manaus

Reprodução

Igreja Batista em Dom Pedro, Manaus

 O ato faz parte do “Dia da Igreja Perseguida” e tem por objetivo compartilhar com a Igreja Livre a situação dos irmãos perseguidos e levantar intercessores em todo o mundo.


Por Warnoldo Maia de Freitas
 
A missão Portas Abertas realiza no dia 23 de junho, às 18 horas, na Igreja Batista da avenida Pedro Teixeira, no Dom Pedro, um ato de intercessão em defesa dos cristãos da Coréia do Norte.
 
O ato faz parte do “Dia da Igreja Perseguida” e tem por objetivo compartilhar com a Igreja Livre a situação dos irmãos perseguidos e levantar intercessores em todo o mundo.
 
A Coréia do Norte é o país mais perigoso do mundo para ser um cristão, porque naquele país qualquer forma de adoração a outra pessoa além do ‘Grande Líder’ Kim II-Sung e do “líder supremo” Kim Jong-II é vista como traição.
 
Situação extrema
 
Os cristãos norte-coreanos encaram fome extrema, subordinação a um governo tirano e diversas privações, porém, as dificuldades da Igreja ali vão muito além de problemas sociais e políticos. 
 
A liberdade religiosa no país não é inexistente. O percentual de cristãos é menor que 2%, em meio a 25 milhões de pessoas, que devem permanecer despercebidos, porque a Coréia do Norte está posicionada no 1º lugar da lista de países onde há perseguição ao cristianismo há 16 anos.
 
No dia 23 de junho participe desse ato de intercessão rogando ao Senhor que livre seu povo e os mantenha firmes, crendo que as portas para proclamar a Cristo estão sempre abertas.
 
Em Apocalipse 3:8 está escrito: “Conheço as tuas obras; eis que diante de ti pus uma porta aberta, e ninguém a pode fechar; tendo pouca força, guardaste a minha palavra, e não negaste o meu nome”.
 
Portas Abertas
 
O Ministério Portas Abertas é uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.
 
Tudo começou em 1955, quando um jovem missionário chamado André em viagem à Polônia descobriu que apesar da perseguição, ali havia irmãos sedentos pela Palavra.
 

MAIS NOTÍCIAS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

E-mail:

* Seu e-mail não será publicado

Mensagem:
Publicidade
Publicidade
Publicidade

CURTA-NOS