Manaus, 23 de Maio de 2024

Prefeito lança 66º Festival Folclórico do Amazonas

Grupos da categoria Prata vão receber R$ 18 mil cada, enquanto os da categoria bronze R$ 7,5 mil.

Cidade | 19/04/2024 - 05:30
Foto: Dhyeizo Lemos - Semcom Manaus

David Almeida anuncia apoio para os grupos prata e bronze

O prefeito de Manaus, David Almeida, lançou no início da noite da quinta-feira, 18/04, a 66ª edição do Festival Folclórico do Amazonas, para as categorias prata e bronze, que vai ser realizado de 8 a 23 de junho no Centro Cultural Povos da Amazônia.
 
O evento, que reuniu representantes das agremiações, foi realizado no estacionamento do mirante Lúcia Almeida, no Centro Histórico da cidade.

 
 
Segundo o chefe do Executivo municipal, o apoio financeiro e logístico direcionado a esses grupos, das categorias bronze e prata, foi realizado por meio de diálogo com seus representantes, com a Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam) e com a Câmara Municipal de Manaus (CMM), sendo essencial para fortalecer a diversidade cultural e garantir uma representação abrangente das tradições folclóricas da região.

“Nós aumentamos o número de danças de 70 para 101 e antecipamos o fomento para melhor preparar os grupos. Investiremos cerca de dois milhões de reais nessas agremiações para garantir um ótimo festival. Além disso, a prefeitura está investindo em infraestrutura para as apresentações. O diálogo com a população e o apoio da Aleam e CMM nos permitiram aumentar o fomento, atendendo às necessidades das agremiações”, informou o prefeito David Almeida.

Reajuste

Na edição deste ano, os grupos folclóricos contarão com um reajuste nos valores do fomento recebidos por categoria do festival. Somente para as categorias prata e bronze o valor gira em torno de R$ 1,2 milhão. A categoria prata é composta por 49 grupos, cada um recebendo R$ 18 mil, enquanto a categoria bronze, contará com 59 grupos, cada um recebendo R$ 7,5 mil.

Na avaliação do diretor-presidente da Manauscult, Reginei Rodrigues, a atual gestão prioriza esse incentivo e reafirma seu compromisso com a preservação e promoção do patrimônio cultural do Amazonas.

“Este festival não apenas celebra nossas ricas tradições culturais, mas também representa um compromisso renovado com a preservação e promoção do folclore amazônico. Nossa equipe está empenhada em garantir que este seja um festival memorável, repleto de energia, criatividade e respeito pela diversidade cultural”, explicou Reginei.

Em comparação aos anos anteriores, no ano de 2022, na categoria prata, 49 danças se apresentaram, cada uma recebendo R$ 12 mil; na categoria bronze, 20 danças participantes receberam R$ 3 mil cada.

Na edição de 2023, o repasse foi de um pouco mais de R$ 1,1 milhão, contemplando as categorias prata, bronze e os bumbás, que compõem a categoria ouro do festival. Quarenta e dois grupos folclóricos se apresentaram na categoria prata, onde cada uma recebeu R$ 15 mil, enquanto na categoria bronze, o fomento para cada uma das 31 danças participantes foi de R$ 5 mil.

Brincante desde criança no “Caipiras na Roça da Betânia”, a analista de sistemas, Bianca Silveira, é dançarina do grupo nas horas vagas. Ela e ressaltou ser um privilégio poder contar com o apoio da prefeitura, que valoriza e incentiva a cultura local.

“O apoio financeiro da Prefeitura de Manaus é vital para o grupo, ajudando a cobrir despesas como costureiras e cenografia. Este investimento não só apoia a cultura local, mas também reconhece e fortalece as tradições dos bairros, enriquecendo o folclore da região. Estamos gratos por essa contribuição, que nos permite continuar celebrando nossa herança cultural. Em nome de todos os dançarinos e brincantes do nosso grupo, muito obrigada por possibilitar a realização deste festival tão significativo para o nosso bairro da Betânia”, agradeceu a dançarina do grupo.

O apoio dado pela prefeitura aos grupos folclóricos, para a realização do festival movimenta, de forma direta e indireta, uma grande cadeia produtiva, gerando emprego e renda.

Ação integrada

O evento também é uma parceria com o governo do Amazonas, via Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa (Sec), além de quase 20 serviços públicos que compõem a matriz de responsabilidade dos grandes eventos na cidade de Manaus, coordenada pelo Centro de Cooperação da Cidade de Manaus (CCC) e Centro Integrado de Comando e Controle (CICC).
 

 

ACOMPANHE O MANAUS OLÍMPICA NAS REDES SOCIAIS

© 2015 - 2023. Manaus Olímpica. Todos os direitos reservados