Manaus, 24 de Julho de 2024

Prefeitura de Manaus reinaugura escola na zona rural

A escola estava há mais de 20 anos sem receber reformas

Cidade | 02/07/2024 - 06:00
Foto: Antônio Pereira - Semcom - Manaus
A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), reinaugurou, na tarde da segunda-feira, 1º/07, a escola municipal São José Rodoviária, localizada no quilômetro 53 da rodovia AM-10 (Manaus-Itacoatiara). A escola estava sem receber reforma há mais de 20 anos, com a última intervenção tendo sido realizada em 2003.

Com a entrega da escola, a atual gestão alcançou a marca de 341 unidades de ensino revitalizadas ou construídas, marca que destaca o avanço na infraestrutura educacional da região, proporcionando um ambiente mais moderno e acolhedor para o desenvolvimento dos alunos, como enfatizou o prefeito de Manaus, David Almeida.

“Essa escola está fora do perímetro urbano de Manaus, porém ela está dentro da nossa rede de atuação. É uma escola que estava há mais de 20 anos sem reforma, nós transformamos e demos a essa escola um padrão de qualidade que nós estamos dando para a rede municipal de educação.  Com isso, a gente chega à escola e creche de número 341, construída, transformada, reformada, ampliada e entregue para a comunidade”, afirmou Almeida.

Após a reforma, o prédio está mais moderno e com espaços escolares adequados às necessidades atuais dos alunos e professores. Agora, a escola São José passou a ter sete salas de aulas, uma sala de multiuso, Centro de Tecnologia Educacional (CTE) para atividades diversas e integradas, sala dos professores, diretor, pedagogo, depósito pedagógico e sala de recurso.

Compromisso

Para a titular da Semed, Dulce Almeida, a inauguração confirma o compromisso da gestão em sempre buscar melhorar a qualidade dos serviços oferecidos a população.

“Estamos na zona rural da cidade de Manaus entregando uma escola com o mesmo padrão de qualidade que as demais entregues nas zonas da cidade. Essa população está recebendo atenção da gestão do prefeito David Almeida, o que é novidade, porque por mais de duas décadas foi esquecida pelo poder público. Tenho certeza que estamos ajudando a escrever uma nova página da educação de Manaus”, citou Dulce.

Para organização de material e documentos, foi criada uma sala de arquivo e um refeitório e área de recreação, o que garante um espaço adequado para alimentação e lazer dos alunos, quatro banheiros, sendo dois para alunos e dois funcionários e ainda depósito de material de limpeza, área de serviço e lixeira. Ainda foi construída uma cozinha equipada com depósitos de alimentos, abrigo de gás liquefeito de petróleo (GLP).

Ana Clara da Silva, 12, 5º ano, é uma das 127 estudantes que viverão essa nova realidade. A menina ficou surpresa com a nova escola que encontrou.

“Eu estudo aqui desde o terceiro ano, essa escola não tinha nada, era só umas salas e um campo, quando cheguei tomei um susto, está muito lindo. Esse é o meu último ano e espero que tomem conta desse local, não risquem as paredes e não quebrem nada”, disse a estudante. 
ACOMPANHE O MANAUS OLÍMPICA NAS REDES SOCIAIS

© 2015 - 2023. Manaus Olímpica. Todos os direitos reservados