Terça-feira | 10/12/2019
▸ Acompanhe nas redes

NOTÍCIAS / politica
Enviar por e-mail Compartilhar Imprimir

17.10.2019 - 19:40  |  Crise na saúde

Susam garante pagamento em atraso de servidores terceirizados

Assessoria de Imprensa

Álvaro considerou positivo o resultado da reunião

Álvaro revela, com base nas informações do secretário, que na próxima semana haverá um repasse às empresas, de modo que os funcionários já possam receber pelo menos um mês em atraso 
 
 
Servidores terceirizados da saúde do estado estiveram reunidos, na tarde desta quinta-feira (17), na sede da Susam, com o titular da pasta, Rodrigo Tobias, Ministério Público do Trabalho, deputados estaduais (da base e da oposição) e representantes das empresas terceirizadas, em busca de uma definição acerca dos pagamentos em atraso de mais de 5 mil profissionais.
 
De acordo com o vice-líder do Governo na Aleam, deputado Álvaro Campelo, o encontro foi importante para esclarecer muitos pontos sobre a questão.
 
“Saímos da reunião com encaminhamentos consideráveis, em especial, para os servidores. Na próxima semana, o secretário nos assegurou que já haverá um repasse às empresas, de modo que os funcionários já possam receber um mês em atraso ao menos. Na terça-feira (22), ficou definido que haverá uma nova reunião técnica com os deputados, a Secretaria de Saúde e a Secretaria de Fazenda e Ministério Público do Trabalho, para que os próximos pagamentos sejam programados, assegurando o direito sagrado desses profissionais”, garantiu Campelo.
 
O diretor do Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Serviços de Saúde do Estado do Amazonas (Sindpriv), José Picanço, explica que os atrasos estão comprometendo o orçamento das famílias, mas ressalta que a decisão de hoje foi uma grande vitória. 
 
“A reunião foi bastante produtiva. Tivemos a resposta que estávamos buscando que é garantir o pagamento dos servidores. Se realmente for honrado, teremos um avanço, mesmo sabendo que ainda temos um desafio pela frente, pois ficou acertado o pagamento de apenas um mês dos salários em atraso”, disse.
 
A Susam destacou que a competência do pagamento de salários e obrigações trabalhistas de terceirizados é das empresas contratadas, mas que vem fazendo todo um esforço para manter a regularidade do pagamento das empresas contratadas, mesmo diante do cenário econômico adverso.
 
 
 

MAIS NOTÍCIAS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

E-mail:

* Seu e-mail não será publicado

Mensagem:
Publicidade
Publicidade
Publicidade

CURTA-NOS